Virálcool inicia processo de cogeração de energia elétrica

A usina Virálcool, de Pitangueiras (SP), inicia amanhã o processo de cogeração de energia elétrica a partir do bagaço de cana. Segundo o diretor industrial da usina, Antônio Tonielo Filho, foram investidos R$ 5 milhões para gerar entre 6 e 7 mw/h numa primeira fase, energia suficiente para iluminar uma cidade de 60 mil habitantes. No próximo ano, a Virálcool vai investir mais R$ 8 milhões para gerar até 10 mw/h. (Udop)

Virálcool inicia processo de cogeração de energia elétrica

A usina Virálcool, de Pitangueiras (SP), inicia amanhã o processo de cogeração de energia elétrica a partir do bagaço de cana. Segundo o diretor industrial da usina, Antônio Tonielo Filho, foram investidos R$ 5 milhões para gerar entre 6 e 7 mw/h numa primeira fase, energia suficiente para iluminar uma cidade de 60 mil habitantes. No próximo ano, a Virálcool vai investir mais R$ 8 milhões para gerar até 10 mw/h. (Udop)

X