Vendida a fazenda de cana do grupo Maeda em Goiás

As terras com cana-de-açúcar arrendadas pela usina Tropical em Edéia, Goiás, tiveram sua venda finalizada em meados de dezembro passado. Até então pertencente ao grupo Maeda, a fazenda de 14,2 mil hectares foi para as mãos de um grupo de cinco empresários rurais da região paulista de Ribeirão Preto, conforme apurou o Valor.

Segundo a Brasil Ecodiesel, agora controladora da Maeda, a área foi avaliada em R$ 90 milhões e o valor final da venda está vinculado a um contrato que leva em consideração o preço do ATR (Açúcar Total Recuperável) da cana que será fornecida à usina Tropical a partir dessa área. A reportagem apurou que o grupo pagou R$ 120 milhões pela fazenda – uma entrada de R$ 40 milhões e o restante em três ou quatro parcelas anuais.

O grupo assumiu o contrato de arrendamento anterior – assinado entre Maeda e usina Tropical – e, após o vencimento desse acordo, deverá adot ar um contrato de fornecimento de cana, e não mais de arrendamento.

A área foi colocada à venda no primeiro semestre de 2010 pelo grupo Maeda, que na época contratou a multinacional NAI Commercial Properties para prestar assessoria imobiliária. Procurada, a NAI não comentou o assunto. (FB)

X