Vender etanol direto pela usina é mais uma opção ao consumidor. Quem está contra?

Renato Cunha, presidente do Sindaçúcar-PE, entidade representativa da indústria sucroenergética de Pernambuco, divulgou relato em sua página no Facebook em defesa da venda direta de etanol pelas usinas, sem a intermediação das distribuidoras.

Confira a seguir o relato de Cunha, que também é vice-presidente do Fórum Sucroenergético Nacional.

“Amigos: o governo federal tem o dever constitucional de atualizar o modelo que já existe há 50 anos sobre a distribuição de combustíveis.

Quem, há dez anos, imaginaria que uma térmica de biomassa ou uma PCH poderiam vender bioeletricidade a uma grande indústria, sem passar pela concessionária local ?

Pode e deu certo! Existe assim o ambiente regulado e aquele mais livre, e eles se completam .

Por que não se pode vender legalmente etanol ao canal de distribuição, de forma alternativa ao que é exercido pelas grandes distribuidoras ?

A quem não interessa uma concorrência que dará mais uma opção ao consumidor?

Por que não se evitam passeios desnecessários de combustíveis?

Continuaremos engajados em racionalizar e tornar mais eficiente esse processo que irá aproximar o produtor de etanol e o consumidor.

Não pretendemos alijar distribuidoras se forem eficientes, mas a concorrência tem que evoluir para modelos mais eficientes e não excludentes.”

X