Vencedores do 5° Prêmio Aurélio Nardini são apresentados no interior de SP

Os vencedores da 5ª edição do prêmio Aurélio Nardini foram conhecidos nesta sexta-feira, 26 de novembro, durante cerimônia em Vista Alegre do Alto, noroeste paulista. O evento reuniu autoridades, professores, pais, colaboradores e diretores do Grupo Aurélio Nardini. O projeto movimenta toda a comunidade escolar e tem o objetivo de despertar o interesse dos alunos para questões de conhecimentos gerais e também sobre a indústria sucroenergética.

O projeto social já atendeu mais de mil estudantes e consiste em um concurso com alunos da quinta-série da Escola Municipal Irineu Julião e os matriculados no nono ano da Escola Estadual Salvador Gogliano Júnior. Os estudantes foram submetidos a uma prova de conhecimentos gerais aplicadas por uma equipe de professores especializados, com orientação da empresa. Eles também receberam notas pelo comportamento e participação em sala-de-aula. Os dez melhores foram convidados para visitar a usina e conhecer um pouco mais sobre o setor. Lá, passaram por outra avaliação e uma entrevista com os diretores. A comissão julgadora examinou as provas e escolheu os melhores.

O estudante Eliezer Gutierrez, de 13 anos, foi o primeiro colocado entre os alunos do nono ano.”Eu não esperava porque a prova foi muito difícil. Eu já tinha tentado há dois anos e não consegui me classificar. Agora, é só comemorar”, disse, enxugando as lágrimas.

Já entre os estudantes da quinta série, Adolfo Ribeiro, de 10 anos, teve a maior nota e revelou o segredo do bom desempenho. “Estudar muito e ler bastante, porque só assim nós podemos ser alguém na vida”, comemorou. O pai de Adolfo teve motivos em dobro para comemorar: seu outro filho já tinha vencido a terceira edição do concurso. “É gratificante para nós que temos poucos recursos, ver os filhos irem tão bem. Em casa, sempre que podemos, compramos livros e incentivamos a leitura. O resultado está aí e a gente agradece muito à usina por dar este incentivo para as nossas crianças”, disse, emocionado, o técnico em automação industrial, Amaurílio Ribeiro.

Os dois primeiros colocados receberam um computador cada. Durante a premiação, os professores das duas escolas também foram homenageados.

Durante a solenidade, a presidente do Grupo, Guiomar Della Togna Nardini ressaltou a importância do trabalho social desenvolvido e relembrou o início do projeto. “Esta iniciativa nasceu para prestar uma homenagem ao fundador do nosso grupo, que sempre foi um grande incentivador da educação. A cada ano, somos motivados a realizar este concurso e renovar o comprometimento da empresa com a sociedade”, comentou.

Para a secretária de educação do município, Maria Rita Cunha, o concurso gerou resultados positivos. “Os alunos ficam de olho no prêmio e se dedicam o ano inteiro para garantir boas notas e ser classificados. Até o comportamento deles na escola melhorou depois que a premiação foi implantada no nosso município”, comentou.

X