Usinas reduzem concentração de variedades de cana, revela o IAC

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Foto: Unica/Divulgação

Levantamento do Instituto Agronômico (IAC), da Secretaria estadual da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, revela uma redução de 77,0% para 75,1% na concentração de variedades de cana-de-açúcar.

Divulgado na quinta-feira (07/12), o censo nacional de variedades de cana do IAC destaca, nessa sua segunda edição, que a menor concentração varietal indica que as empresas passaram a se preocupar com o assunto.

Conforme o IAC, o resultado é positivo para o setor sucroenergético brasileiro por proporcionar maior segurança biológica frente ao surgimento de novas pragas e doenças. Porém, alerta o Instituto, é grande a concentração da variedade RB867515, o que pode colocar em risco a canavicultura de alguns estados, como Paraná e Espírito Santo.

As variedades IAC representam 3,5% em todo o censo e 6,0% das intenções de plantio para a próxima safra, a 2018/19.

O IAC fez também o levantamento dessas intenções para cerca de 700 mil hectares, dentro de, aproximadamente, um milhão de hectares que serão plantados em 2018/2019. Seis milhões de hectares foram recenseados nos Estados de São Paulo, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná, com informações de 216 unidades produtoras.

O censo foi realizado pelo IAC de abril a novembro deste ano, para a região Centro-Sul. O censo também mostrou que as variedades IAC permanecem em crescimento em todas as regiões produtoras de cana-de-açúcar, com maior representatividade em Goiás e na região de Ribeirão Preto, no interior paulista.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.