Usinas de Minas deverão moer 65 milhões de toneladas de cana na safra 18/19

Campos, da Siamig: safra mais alcooleira (Foto: Siamig/Divulgação)

As usinas de cana de açúcar de Minas Gerais preveem uma moagem de 65 milhões de toneladas na safra 2018/19. O volume é semelhante ao processamento da temporada 17/18 que, segundo a Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), chegou a 64,8 milhões de toneladas.

Mário Campos, presidente da Siamig, revela que as unidades sucroenergéticas de Minas deverão chegar a estimados 3 bilhões de litros de etanol na 18/19. “É a mesma produção que tivemos em 2015”, diz.

As unidades mineiras, segundo Campos, deverão alcançar 3,7 milhões de toneladas de açúcar.

“Existe uma reversão do mix para etanol”, comenta. “Em 2017 terminamos a safra mais alcooleira e este ano as unidades irão produzir ainda mais biocombustível, voltando ao retrato que tivemos em 2015.”

As projeções da 18/19 em Minas demonstra a flexibilidade da indústria sucroenergética. “Essas flexibilidade é importante para que os produtores possam internalizar os ganhos de mercado que estão distintos, mas que de certa forma têm algum tipo de correlação, que são os mercados de açúcar e de etanol”, diz.

 

 

X