Usinas de cana que quiserem cadastrar térmicas em leilão de compra de energia têm até 08/05

Foto: Arquivo/JornalCana

As usinas de cana-de-açúcar que quiserem requer cadastro de termelétricas movidas a biomassa no próximo leilão de contratação de eletricidade têm até 08/05.

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério de Minas e Energia (MME), oficializou que os projetos termelétricos de biomassa, como outros de fontes contempladas no leilão, terão até às 12h de 08/05 para a realização dos cadastros.

O requerimento do cadastro, segundo o MME, estará disponibilizado no site da EPE na internet.

O leilão será de Energia Nova A-6, previsto para ser realizado em 31/08 próximo e cujos participantes precisam ofertar eletricidade de empreendimentos novos.

 

No evento serão negociados Contratos de Comercialização de Energia no Ambiente Regulado (CCEARs), com início de suprimento em 1º de janeiro de 2024, na modalidade por quantidade para usinas hidrelétricas (suprimento de trinta anos) e para usinas eólicas (suprimento de vinte anos), e na modalidade por disponibilidade (suprimento de vinte e cinco anos) para usinas termelétricas a biomassa, a carvão e a gás natural em ciclo combinado, em ciclo aberto e fechamento de ciclo para usinas existentes.

Reaproveitamento de cadastro 

Para reduzir custos de transação, os projetos cadastrados no Leilão de Energia Nova “A-4”, de 2018, podem ser reaproveitados para cadastramento no certame.

Em atendimento à deliberação do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), realizada nas reuniões de janeiro e fevereiro de 2018, fica estabelecido que o tratamento para contratação dos lotes relativos ao lance que complete a quantidade demandada dos produtos será estabelecido na Sistemática do Leilão “A-6” de 2018 a ser publicada pelo MME.

 

X