Usinas da Renuka vão a leilão em dezembro e já têm dois interessados

A Renuka deverá leiloar em 18/12 as unidades produtoras Revati, em Brejo Alegre (SP), e a Vale do Ivaí, em São Pedro do Ivaí (PR), conforme informações da Agência Reuters.

Controladas pela indiana Sheree Renuka Sugars, as unidades que vão a leilão já têm dois interessados: o fundo de investimentos sediado nos Estados Unidos Castlelake e o Grupo Teston, fabricante de equipamentos agrícolas com operações no Paraná.

Conforme a Reuters, os dois já estão em conversas e são os mais bem posicionados para adquirir as usinas de cana-de-açúcar da Renuka.

Leia também: 

Gestão da mudança para garantir a sustentabilidade das empresas é tema de palestra de Josias Messias na 200ª Reunião do Gerhai

O leilão deverá ser realizado sem lances mínimos.

Segundo a Reuters, uma das fontes, que pediu para não ser identificada, explicou que o insucesso de um dos certames [leilões] pode levar tudo a perder, já que as companhias em recuperação judicial pertencem a um mesmo grupo estrangeiro.

“Se um (leilão) der certo e o outro, não, uma empresa arrasta a outra para a falência”, afirmou a fonte, que acompanha o processo.

O Castlelake, segundo já noticiado pela Reuters, está interessado na Revati, que tem capacidade para processar 4 milhões de toneladas de cana por safra. O fundo tem até planos de comprar mais usinas no Brasil.

Leia também:

 

Fundo dos EUA pretende comprar participações em usinas de cana no Brasil

Novo plano de recuperação judicial da Renuka é aprovado e usina deve ir a leilão em 90 dias

X