Usinas adotam tecnologia que facilita lavagem de veículo agrícola em 30 minutos

A Usina Corona e a Santa Adélia abandonaram o sistema manual de lavagem da frota e optaram pela instalação de um sistema para lavagem de veículos de transporte de cana e veículos agrícolas capaz de fazer toda a limpeza em 30 minutos.

O equipamento desenvolvido pela Ceccato, é composto por um pórtico móvel com 3 ou 5 escovas, que lava chassi móvel e fixo, arcos aplicadores de produto químico e lava entre pneus, proporcionando desta forma através de escovas, bicos aspersores de alta e média pressão a eliminação das sujidades na frente, trazeira, teto, chassi, laterais e entre pneus, enfim o veículo como um todo.

Francisco José Erler, gerente de manutenção automotiva da Usina Corona, informa que o sistema proporcionou um grande ganho em tempo de operação, já que reduziu o tempo de paralização das máquinas para manutenção básica. “O lavador facilitou e otimizou a lavagem, lubrificação, troca de óleo, calibragem dos pneus, manutenção e coleta de amostra de óleo para análise em laboratório”, lembra.

Com o sistema manual a lavagem de treminhões era feita em três horas, sendo uma hora para cada unidade. “Com essa redução de tempo conseguimos lavar até 60 unidades por dia, o que nos possibilita uma maior freqüência de lavagem, pois antes só conseguíamos lavar 40 unidades”, diz.

Carlos Orlandin, supervisor automotivo da Usina Santa Adélia, explica que o sistema é ágil e facilita a manutenção preventiva ou corretiva da frota. “O equipamento proporciona um intervalo ideal entre as lavagens, pois a usina consegue semanalmente lavar sua frota formada por caminhões, treminhões, ônibus, carros, julietas e máquinas cabinadas. O lavador otimiza o consumo de água, é disponível 24 horas para a lavagem diária, com um operador por turno e proporciona melhores condições de trabalho para o funcionário responsável pela operação do equipamento. Atualmente o operador fica dentro da cabine, sem contato com água”.

X