Usinas adotam tecnologia da indústria cítrica

A tecnologia da indústria da laranja já está em operação nas usinas Santa Cândida e a Iracema. A unidades adquiriram o Turbo Filtro, Filtraçu 300, da Mecat, com capacidade de processamento de 300m³/h de caldo clarificado.

O presidente da Mecat, Attílio Turchetti, informa que o Filtraçu substitui os equipamentos obsoletos de filtração e peneiramento operando com capacidade de processamento de 150m³/h ou 300m³/h. “Outra usina a adotar a tecnologia foi a Santa Isabel que substituiu as peneiras estáticas por Turbo Filtro”, frisa.

Segundo Turchetti, nesta tecnologia o meio filtrante é confeccionado com tecido técnico sintético, de forma cilíndrica, quimicamente inerte e antiaderente, montado em um suporte elástico, estático, que dificulta a fixação dos microsólidos na superfície filtrante.

X