Usina Junqueira agora é do grupo Cosan

A usina Junqueira, de Igarapava (SP), passa a ser controlada pelo Grupo Cosan. A companhia assumiu o controle das instalações agrícolas e industriais na semana passada, após acordo fechado com a Fundação Sinhá Junqueira, informa uma fonte do setor.

Maior companhia individual sucroalcooleira do País, o Grupo Cosan passa a controlar 11 usinas no total. O valor da negociação não foi revelado. Segundo uma fonte, a Cosan vai oferecer à FBA,joint venture formada entre a companhia brasileira, a francesa Union SDA e Sucden, sociedade na usina.

Junto à Union SDA, a Cosan negocia participação acionária na Béghin-Say, segunda maior companhia sucroalcooleira da Europa. A cooperativa francesa está participando de uma licitação para a compra da Béghin-Say, pertencente ao grupo italiano Edison SpA. Em recente entrevista

ao Jornal Cana, o empresário Rubens Ometto Silveira Melo disse que deve adquirir até 3% de participação na multinacional. A Béghin-Say controla no Brasil a Açucareira Guarani, com duas usinas de açúcar e álcool no interior de São Paulo, nas cidades de Severínia e Olímpia.

Com a compra da usina Junqueira, que processa cerca de 1,8 milhão de toneladas de cana-de-açúcar, o grupo vai superar a marca de 20 milhões de toneladas de cana moídas.No mercado, a informação é de que a Cosan deve negociar também a compra da usina da Barra.

Silveira Melo não nega o interesse na usina, que pertence a Sérgio Ometto, mas descarta que tenha fechado negócio. Atualmente, o grupo Cosan tem participação de 20% na usina da Barra, instalada em Barra Bonita (SP).

X