Usina Diana celebra ATR maior e faz safra com a produção planejada

A companhia sucroenergética Diana Bioenergia, com unidade localizada em Avanhandava, no interior paulista, celebra a maior produção de Açúcares Redutores Totais (ATR) da cana-de-açúcar e realiza a safra 2018/19 dentro da produção previamente planejada.
Ricardo Junqueira, CEO da Diana Bioenergia, explica que a estiagem severa prejudicou a produção de cana, como ocorre com a maioria das unidades sucroenergéticas da região Centro-Sul do País.
Mas, segundo ele, a seca gerou ATR bem melhor, na comparação com o apurado em safras anteriores, e isso permite uma produção dentro do planejamento pela Diana Bioenergia.
“Não vamos quebrar nada”, afirma.
Sendo assim, ele relata que a unidade produtora chegará às previstas 70 mil toneladas de açúcar VHP e 70 mil metros cúbicos de etanol na safra em andamento.
“Até nesta quinta-feira [13/09] a unidade produziu 39 mil toneladas de VHP e 48,5 mil metros cúbicos de biocombustível”, relata.
Junqueira destaca que até na quinta-feira [13/09] a unidade da Diana Bioenergia tinha processado 900 mil toneladas de cana-de-açúcar.
A oferta da matéria-prima, no entanto, ficará abaixo do planejado para a 18/19. Conforme o CEO, havia uma previsão de moagem total de 1,427 milhão de toneladas.
“Essa previsão foi quebrada e conseguimos menos cana no mercado spot”, relata ele.
Com isso, a Diana Bioenergia deverá concluir a safra com 1,350 milhão de toneladas decana-de-açúcar.
A safra na unidade de Avanhandava deverá prosseguir até o dia 30 de novembro próximo.
X