Usina de Sertãozinho é escolhida pela ONU por produzir energia “limpa”

A Usina Santo Antônio de Sertãozinho (SP) foi escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como exemplo de produtora de energia “limpa”, que polui menos que as termoelétricas a gás e a óleo diesel. A empresa produz, com bagaço da cana-de-açúcar, 30 megawatts de energia elétrica por hora, suficientes para abastecer uma cidade de 500 mil habitantes, como Ribeirão Preto. Uma equipe de técnicos da ONU vai medir quanto a produção de energia da usina de Sertãozinho é menos poluente que as termoelétricas. A medida faz parte da preocupação do órgão em reduzir a emissão de gás carbônico na atmosfera, um dos causadores do efeito estufa. O projeto brasileiro é pioneiro no mundo e a usina da região de Ribeirão pode se tornar a primeira empresa a receber o certificado da ONU, o que representa um atestado de que a Usina Santo Antônio polui abaixo da média mundial e por isso teria direitos a créditos ambientais. (EPTV)

X