Usina de MG plantará 2 milhões de árvores até 2019

Viveiro de mudas da Usina Santa Vitória
Viveiro de mudas da Usina Santa Vitória

Este ano muito se falou sobre preservação da água, principalmente após a seca severa no país e a falta do recurso hídrico no Estado de São Paulo. E floresta tem tudo a ver com a preservação da água, já que as matas ciliares possuem a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a estabilidade geológica e a biodiversidade. Pensando nisso que a usina mineira Santa Vitória Açúcar e Álcool (SVAA) pretende até 2019, plantar 2 milhões de mudas de árvores nativas na região. Para conseguir atingir esse número, a empresa possui um viveiro de produção de mudas com capacidade licenciada para produção de 500 mil mudas/ano.“As APPs reflorestadas são localizadas próximas a rios e nascentes da região, o que beneficia na diminuição da evaporação da água, protege de assoreamentos e processos erosivos dos rios, além de servir como alimentos e proteção da fauna local”, explica o especialista ambiental da unidade, Marat Guedes.

Através do Programa de Reflorestamento já foram plantadas cerca de 660 mil árvores, nas cidades de Santa Vitória e Gurinhatã, em uma área de aproximadamente 600 hectares.

Outra iniciativa importante para preservação do meio ambiente é o Dia de Limpeza dos Rios, promovido pela Prefeitura de Santa Vitória. Há quatro anos, a SVAA participa com voluntários que vão até os rios da cidade fazerem coleta de resíduos.

De acordo com dados da Prefeitura de Santa Vitória, na última edição foram recolhidos cerca de 1,5 mil toneladas de lixo em córregos que são afluentes do rios Paranaíba e Tijuco.

Usina conscientiza estudantes sobre preservação das florestas
Usina conscientiza estudantes sobre preservação das florestas e da fauna

Outra ação que visa envolver a comunidade é a criação do Painel Consultivo Comunitário, desenvolvido em fevereiro de 2014. Para canalizar as atividades do Painel, os integrantes escolheram a água como um tema de trabalho do grupo. “Os participantes estão consolidando um projeto para ser desenvolvido na cidade de Santa Vitória, que será trabalhado nos próximos 12 meses, de setembro de 2014 a setembro de 2015, e prevê diversas ações, entre elas, análise da água do município, contato com a prefeitura Municipal para acompanhar o Projeto da Estação de Tratamento de Esgoto e do Aterro Sanitário da cidade, reflorestamento e recuperação das áreas próximos as nascentes e margens dos rios, de estímulos à coleta seletiva e para promover atividades de educação ambiental”, diz.

A tecnologia também pode beneficiar a preservação de recursos hídricos. Prova disso, é que o parque industrial da SVAA que está em fase final de montagem, possui uma estrutura de captação de água em que toda água destinada ao abastecimento da indústria é tratada e redirecionada para o reuso na irrigação, em um processo cíclico de reposição de água ao meio ambiente.

 

X