Usina de cana do Espírito Santo é autorizada a explorar termelétrica

eletricidade-600x413A companhia sucroenergética Linhares Agroindustrial S. A. (Lasa) acaba de ser autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a implantar e explorar a usina termelétrica UTE Lasa.

Localizada no município de Linhares, no estado do Espírito Santo, a UTE tem potência instalada de 33 megawatts (MW) e 30 MW de potência líquida, foi autorizada pela Aneel a operar sob o regime de Produção Independente de Energia Elétrica (PIE) e o combustível principal é bagaço de cana-de-açúcar.

Conforme o Portal JornalCana apurou, a UTE Lasa também empregará, como combustível secundário, pontas e palhas de cana.

Leia também: Cana fortalece a economia e o uso da terra no MS, diz estudo 

Segundo José Jurhosa Júnior, diretor da Superintendência de Concessões e Autorizações de Geração (SCG) da Aneel, a UTE Lasa terá direito a 50% de redução nas taxas TUST e TUSD referentes à comercialização da energia proveniente da termelétrica. A redução, diz, incide tanto na sua produção quanto no seu consumo, nos termos da REN 77/2004, até o limite de 30 MW de energia injetada no sistema.

 

 

X