Unica alerta para rigidez contra etanol nos EUA

As regras para proteção do meio ambiente nos Estados Unidos podem se tornar mais rígidas para os biocombustíveis do que são para os derivados de petróleo, segundo alerta do representante-chefe para a América do Norte da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Joel Velasco, que acompanha o trabalho da agência de proteção ambiental dos EUA (EPA – Environmental Protection Agency).

É preciso ficar atento: a EPA está prestes a propor regras mais rígidas sobre os biocombustíveis do que para os derivados de petróleo até os dias de hoje, afirmou Velasco.Se aprovadas após audiência pública, essas regras podem garantir a manutenção da dependência americana do petróleo do Oriente Médio e não o contrário.

Para serem independentes de petróleo, os Estados Unidos precisam de três elementos, conforme enumerou Velasco: Combustível: etanol é um deles e o de cana-de-açúcar é o melhor que existe hoje. Infra-estrutura: carros, dutos, postos, entre outros elementos que favoreçam sua distribuição e venda. E preço: não há como esperar que os combustíveis renováveis consigam competir com os fósseis (como a gasolina), se custarem mais caro.

Velasco deu o aviso ao falar sobre o papel da cana-de-açúcar no fortalecimento da estratégia americana de segurança energética durante evento em Chicago do Set America Free, entidade que defende a busca de alternativas que tornem os EUA independentes do petróleo.

X