Ultracargo investe R$ 62 mi em Santos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Ultracargo, empresa de logística do grupo Ultra, aprovou investimentos de R$ 62 milhões para aumentar a capacidade de tancagem de seu terminal no porto de Santos (SP). As obras deverão ser concluídas no início de 2012, acrescentando 18% à atual estrutura (ou mais 46 mil m3), para 301 mil m3, afirmou ao Valor Ricardo Catran, diretor-superintendente da companhia.

Líder em armazenagem de granéis líquidos no país, a Ultracargo já tem aportes em curso para ampliação nos terminais de Suape (PE) e Aratu (BA). Em Pernambuco, a capacidade saltará de 132 mil m3 para 158 mil m3, com previsão de final das obras em junho de 2011, e em Aratu, dos atuais 237 mil m3 para 259 mil m3.

Com participação estratégica nos principais portos do país – a empresa também está presente no Rio de Janeiro (capacidade de 17 mil m3) e Paranaguá (PR), 56 mil m3, e terminais no interior de São Paulo e Minas Gerais, nas cidades de Paulínia (SP) e Montes Claros (MG), que, juntas, somam 13 mil m3 – a Ultracargo é especializada em produtos que exigem manuseio especial, nos segmentos químico, etanol, combustíveis, óleos vegetais e lubrificantes.

“Nos últimos cinco anos, crescemos a uma taxa de 18% ao ano, mesmo durante a crise financeira global, enquanto o setor apresentou aumento de 10% ao ano no país. O setor de infraestrutura portuária tem registrado grandes saltos, reflexo da demanda global”, disse Catran. O Brasil, segundo o executivo, registrou crescimento de importação em produtos químicos e óleo diesel.

A expectativa é que em um ano a empresa tenha capacidade de tancagem em operação de cerca de 800 mil m3.

O etanol, que tem sido considerado a grande aposta do governo e usineiros para exportações, teve forte redução de embarques este ano, mas a expectativa é que os embarques cresçam consideravelmente nos próximos anos. A companhia tem acompanhado o movimento do setor sucroalcooleiro, que deverá fazer fortes investimentos em parceria com a Petrobras para a construção de alcooldutos. A empresa diz que estuda esse mercado com interesse, mas não há nada engatilhado no momento.

Atualmente, a Ultracargo opera dutos de pequeno porte voltados para produtos químicos. “São dutos próprios, que atendem a clientes específicos. As operações ocorrem em Suape (com um duto) e em Aratu, com dois”, afirmou Catran.

Neste ano, a Ultracargo optou como estratégia focar seus negócios em granéis líquidos. A companhia vendeu seus negócios de transporte e armazenagem de sólidos e de transporte rodoviário para a Aqces Logística Internacional por R$ 82 milhões, controlada pelo Fundo de Investimentos em Participação Green Capital I, gerido pela Green Capital Investimentos.

Nos últimos quatro anos, a empresa realizou importantes aquisições – uma delas é a União Terminais, em 2008, no valor de R$ 500 milhões, e em Suape, no total de R$ 40 milhões, destacou Catran.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.