Toyota lança tecnologia para produção de primeiro carro híbrido flex

Foto: Saulo Cruz/MME

A montadora Toyota lançou nesta quinta-feira (13/12), em Brasília (DF), tecnologia para produção do primeiro veículo híbrido flex do mundo.

O evento, que contou com a presença do Presidente da República, Michel Temer, foi realizada no Palácio do Planalto.

“É uma tecnologia que vai melhorar a qualidade de vida de todos nós, porque vamos ter a possibilidade de conviver em um ambiente mais limpo do ponto de vista energético. Mobiliza conhecimento científico, estimula a pesquisa e entra em uma área importante para nós porque esse carro terá a companhia do etanol ”, afirmou o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco ao abrir a cerimônia de divulgação.

A tecnologia do motor hibrido flex é fruto de uma parceria da montadora Toyota com universidades federais brasileiras que evidencia a capacidade de inovação do País e permitirá a circulação do veículo mais limpo do mundo. De acordo com a Associação Brasileira Engenharia Automotiva (AEA), ao utilizar o biocombustível, o veículo emitirá um terço das emissões, em comparação com os elétricos que circulam na Europa.

Capaz de rodar com gasolina, etanol ou apenas eletricidade, este novo veículo terá como atributos alta eficiência, baixos níveis de emissões e capacidade de reabsorção dos impactos de gás carbono, graças ao combustível 100% renovável. A identidade do modelo não foi confirmada, mas tudo indica que será o Prius (responsável por testar a tecnologia) ou alguma versão da nova geração do Corolla.

A montadora estima investimentos da ordem de R$ 1 bilhão em sua unidade no Brasil para produção de carros híbridos, o que permite cumprir o objetivo de garantir energia limpa. A tecnologia será útil para garantir segurança, estabilidade e, futuramente, carros a preços mais justos aos brasileiros.

A parceria foi possível por conta do cenário construído nos dois últimos anos pela integração de duas políticas públicas do Governo Federal: RenovaBio e Rota 2030.

O RenovaBio é a Política Nacional de Biocombustíveis que tem por objetivo oferecer uma matriz nacional de combustíveis mais limpa por meio do aumento da participação dos biocombustíveis, com previsibilidade aos agentes de mercado e orientando investimentos em expansão da produção.

O Rota 2030 é o Regime Automotivo Brasileiro aprovado no Congresso Nacional que tem como base a matriz de combustíveis sinalizada pelo RenovaBio. O programa direcionou os incentivos necessários à indústria automotiva, compatíveis com a oferta de combustíveis no horizonte decenal. (Com Conteúdo da Assessoria do Ministério de Minas e Energia – MME)

X