Taxação do açúcar volta à discussão

A taxação do açúcar brasileiro pela Argentina voltou à discussão esta semana. O deputado federal Carlos Thame (PSDB-SP) solicitou que seu projeto de lei seja encaminhado à pauta nos próximos dias. No sábado, ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, encaminhou ao governo daquele país uma nova proposta. A idéia é que a Argentina produza mais álcool e o Brasil importe o excedente.

“O Brasil compraria esse álcool, e os argentinos suspenderiam as restrições ao nosso açúcar”, explicou Rodrigues. De acordo com a proposta, o Brasil poderia financiar a instalação de usinas de álcool na Argentina, o que representaria também a transferência de tecnologia àquele país.

O projeto dos deputados Antônio Carlos Thame (PSDB/SP) e Kátia Abreu (PFL/TO) propõe que sejam suspensas as preferências tarifárias no comércio interno do Mercosul para o açúcar e todos os produtos alimentícios que contenham 10% ou mais do produto em sua composição.

X