Subsídio ao álcool onera conta-petróleo em R$ 500 milhões

Cinco meses e meio depois de extinta, a conta-petróleo ganha um esqueleto de mais de R$ 500 milhões de reais, a título de subsídios à produção de álcool combustível no Nordeste desde 1998. O rombo pode cair nas contas da União ou da Petrobras, dependendo dos resultados da auditoria nos números da conta-petróleo em curso na Agência Nacional do Petróleo (ANP). (O Estado de SP)

X