Subestações da LDC Bionergia e Cemig são interligadas

A LDC Bioenergia, do grupo Louis Dreyfus Commodities, inaugurou em novembro uma Linha de Transmissão de 138 kV e 6,25 quilômetros de extensão, para interligar as subestações da usina e da concessionária mineira de energia Cemig, em Lagoa da Prata, MG. O projeto foi realizado em parceria com a Efficientia, empresa do grupo Cemig.

Para receber a energia gerada pela usina da LDC Bioenergia, a Subestação da Cemig passou por obras de ampliação. Segundo a empresa, a nova linha vai melhorar a confiabilidade do sistema na região, reduzindo as quedas de tensão.

Em pleno funcionando, a usina da LDC deverá gerar mais de 28,8 mil MWh por mês, no período de safra. Essa energia, gerada durante um ano, permitiria abastecer uma cidade com mais de 400 mil habitantes.

Rio Brilhante – Inaugurada em agosto, a Usina Rio Brilhante, oitava unidade do grupo francês no Brasil, alcançou a moagem de 1 milhão de toneladas de cana-de-açúcar em meados de novembro. A produção de açúcar chegou a 37,5 milhões sacas. Já a de etanol alcançou 53 milhões de litros.

A Usina, terceira da LDC em Mato Grosso do Sul, custou R$ 435,7 milhões e tem capacidade total de processamento de 4,6 milhões de toneladas. A partir da safra 2009/10 prevê uma produção anual de 1,2 milhão de toneladas de açúcar e 1,4 bilhão de litros de álcool.

O Grupo LDC possui as usinas Luciânia, em Lagoa da Prata (MG); Cresciumal, em Leme (SP); São Carlos, em Jaboticabal (SP); Estivas, em Ares (RN); Giasa, em Pedra do Fogo; Maracaju, em Maracaju (MS); Passa Tempo, em Rio Brilhante (MS); e Rio Brilhante, em Rio Brilhante (MS).

X