Stephanes destaca ação conjunta da Agricultura e Meio Ambiente

Esta é a primeira vez que trabalhamos juntos em uma norma de proteção ambiental, comentou o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, após assinatura, pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva, do decreto que regulamenta a lei da Mata Atlântica. O ato, que contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, ocorreu durante a Conferência Internacional sobre Biocombustíveis, que termina nesta sexta-feira (21), em São Paulo.

Stephanes ressaltou o bom entendimento entre as pastas da Agricultura e do Meio Ambiente e reafirmou que não é preciso derrubar nenhuma árvore para expandir a produção agrícola. O ministro da Agricultura disse que é preciso buscar um equilíbrio na legislação ambiental, que permita proteção e maior produção.

Em relação ao decreto que regulamenta a Lei 11.428/2006, o presidente Lula disse que a legislação inova porque detalha os tipos de vegetação do bioma Mata Atlântica e as metas para alcançar o desmatamento zero.

O presidente enfatizou ainda que é preciso promover uma nova dinâmica na preservação do meio ambiente. Ele ressaltou que o governo federal pretende envolver os municípios nas medidas de proteção ambiental. “Se os prefeitos não trabalharem em parceria vamos continuar correndo atrás da fumaça”, afirmou.

Ao informar sobre o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar, o presidente da República disse que o trabalho está muito bem executado e, em breve, será anunciado pelo governo.

X