Sobe e desce no mercado de açúcar tem explicação

Assim como todas as demais commodities, o açúcar também vem apresentando resultados significativos – mesmo com volatilidade do mercado. Na semana passada, o mercado assistiu uma queda de 300 pontos no pregão, em menos de 10 segundos. E uma queda de 11 a 20 dólares por tonelada nos vencimentos da safra 2011/2012. A informação é da empresa Archer.

Embasada nos fechamentos dessa mesma semana, a liquidação média do açúcar para a safra 2011/2012 chegou a quase R$ 47,63 por saca posto usina contra um custo de produção de cerca de R$ 28,15. “Nesse mesmo patamar, a safra de 2012/2013 terá liquidação de R$ 38,94. Um retorno de 69,2% e 38,3% respectivamente”, avalia o gestor de riscos e diretor da Archer, Arnaldo Luiz Corrêa.

De acordo com ele, essa onda de alta no açúcar pode ser reflexo do “super” ciclo de commodities que poderá surgir para os próximos 15 a 20 anos, sugerido em artigo publicado recentemente pela revista “The Economist”, em que comenta que a possível necessidade dos emergentes causa o crescimento da demanda superando a oferta por um longo tempo. “Só para ter uma ideia disso, nos últimos seis meses, o açúcar (72,9%), o algodão (99,8%) e o milho (69,5%) apresentaram altas superando em muito outras commodities.

X