Sindaçúcar-PE manifesta pesar pela morte de Armando Monteiro, da Usina Cucaú

O Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco (Sindaçúcar-PE) manifesta pesar pela morte do empresário Armando Monteiro Filho, falecido em 02/01/2018.

Doutor Armandinho, como era chamado, foi fundador da Usina Cucaú, e esteve ao lado de familiares na abertura da safra 2017/18 da unidade, no começo de outubro último.

Leia também: Usina Cucaú comemora início da moagem da 17/18

A seguir, comunicado do presidente do Sindaçúcar-PE, Renato Cunha, sobre Doutor Armadinho:

“Tive a honra de conviver e aprender com dr Armando Monteiro Filho na condição de presidente do Sindaçúcar-PE e como amigo da família. Como político e industrial, Armando Monteiro Filho deixa um legado de ética, espírito agregador e consistentes compromissos com um Brasil socialmente justo.
Como admirador ,Doutor Armandinho deixa -nos a garra de um cavalheiro que sempre pensou e lutou por Pernambuco , homem leal e ponderado. Era sobretudo um idealista e visionário, capaz de nos dar “injeções de ânimo” mesmo nos momentos mais adversos do setor sucroalcooleiro.
O Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco manifesta pesar e solidariedade para com a família do industrial Armando Monteiro Filho, falecido hoje, 2 de Janeiro de 2018, nesta cidade do Recife , capital de Pernambuco.
Em nome de todos os associados do Sindaçúcar-PE transmito aos familiares as nossas condolências. O maior conforto para todos ,reside na convicção de que Armando de Queiroz Monteiro Filho estará para sempre presente ,nos nossos corações, como fonte de inspiração para prosseguirmos nossa jornada.”

Quem foi ele:

O ex-ministro da Agricultura no Governo de João Goulart (08/09/61 a 26/06/62) e empresário Armando Monteiro Filho foi presidente da AMF Empreendimentos e Participações S/A, diretor presidente da Mercantil Empreendimentos e Participações S/A, da Noraço S/A, da Fives Lille, e presidente da Destilaria Gameleira S/A e do Conselho de Administração da Editora Folha de Pernambuco, empresa proprietária da Folha de Pernambuco e Rádio Folha, além de Conselheiro do Instituto Cidadania.

Dono de uma trajetória ímpar, onde vida empresarial e política (deputado estadual e federal, e ministro da Agricultura do Governo João Goulart) se entrelaçam, o empresário Armando Monteiro Filho é nome de referência no Estado de Pernambuco. A vida profissional começou muito cedo, quando aos 17 anos começou a trabalhar em uma das empresas comandadas por seu pai, Armando Monteiro, a Fiação Tecelagem Ribeirão. Mas a vida empresarial, de fato, começou depois de casado, em 1949, quando o pai o convocou para assumir o cargo de Diretor Comercial da Companhia Geral de Melhoramentos em Pernambuco, que na época tinha apenas a Usina Cucaú.

Ao terminar seu segundo mandato de Deputado Federal, voltou aos negócios da família (Usina Cucaú, Fiação e Tecelagem Ribeirão e Capri). Fez uma grande transformação na Fiação e Tecelagem Ribeirão, trocando velhos equipamentos por novas máquinas. A partir daí, com a colaboração dos seus irmãos, Múcio e Rômulo, e seu cunhado Humberto Pontes, fundou e adquiriu várias empresas. Na década de 60, a família começou a investir no segmento de automóveis: Sael Veículos, Verde Mar Veículos, Sael Moto, Norasa.

Na década de 70, adquiriu Usina Laranjeiras (Vicência e a Açucareira Altamira Ltd (BA). Ainda nesta década com a participação do se irmão Rômulo, fundou Banco Mercantil de Pernam buco e várias firmas e ele ligadas (Mercantil Empreendimentos e Participações Corretora Mercantil de Títulos e Valores Mobiliários Mercantil Corretoras de Se guros). É também desta época a aquisição da Nora ço S/A – Indústria e Comérci de Laminados e a Five Lille Industrial do Nordest S/A – Finor (AL). Já na déca da de 80, junto com u sócio, adquiriu a Destilari Gameleira (MT).

Clique aqui para mais informações a respeito de Armando Monteiro Filho.

X