Setor sucroenergético do Brasil atrai australianos

Executivos da Canegrowers, associação dos canavieiros da Austrália, estiveram no Brasil esta semana para conhecer a estrutura brasileira de produção de etanol de cana-de-açúcar. O grupo visitou a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), onde puderam assistir a uma apresentação sobre o peso do setor sucroenergético para o desenvolvimento econômico do Brasil.

A Canegrowers fica em Queensland, estado que pretende implementar a mistura de 10% de etanol à gasolina (E10), até 2010. Em comparação ao Brasil, a indústria australiana de etanol é pequena, mas, graças ao projeto de uso do E10, será necessário expandir a produção de biocombustíveis no país dos 130 milhões de litros atuais para 350 milhões, em dois anos.

X