Setor enfrenta três grandes problemas no MT

O diretor executivo do Sindalcool/MT, Jorge dos Santos, aponta três graves problemas que o setor sucroenergético tem que enfrentar no estado do Mato Grosso. “Primeiro, como todos os outros estados em nossa volta cresceram, perdemos mercado, abastecemos apenas o Mato Grosso, Rondônia, Acre e Amazonas, que consomem pouco. Antes abastecíamos mercados com o excesso de produção, mas com a expansão da cana em MG, GO e MS, ficamos ilhados, não temos muito mercado e não adianta investir com esse quadro”, diz

Outro problema, segundo Santos, é o zoneamento da cana. “Essa medida colocou na ilegalidade 80% do nosso canavial, não podemos crescer, não temos acesso ao crédito para aumento dos canaviais, somente é permitido renovar os canaviais”, diz Santos.

Ele explica que outro ponto são as distâncias que o estado está dos grandes centros consumidores e dos portos, ou seja, a questão logística.

X