Setor de biodiesel deve faturar R$ 7 bi em 2010

Os produtores brasileiros de biodiesel deverão faturar, em 2010, em torno de R$ 7 bilhões. A previsão é da União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio), entidade que representa os principais produtores do combustível e fabricantes de equipamentos.

Um dos associados da entidade, o diretor-geral da Binatural, João Batista Cardoso, ressaltou que esse faturamento equivale a um quarto dos R$ 28 bilhões faturados pela indústria de etanol. “E o setor de biodiesel tem apenas quatro anos no Brasil, enquanto o etanol já existe há décadas”, completou. Para este ano, a expectativa é de que os produtores brasileiros de biodiesel faturem cerca de R$ 6 bilhões.

Em café da manhã com a imprensa, os diretores da Ubrabio defenderam-se das críticas de que o desenvolvimento do setor estaria ocorrendo sem o avanço desejado da agricultura familiar. Segundo Cardoso, somente no ano que vem, os fabricantes d! e biodiesel comprarão o equivalente a R$ 1 bilhão em sementes de oleaginosas produzidas por agricultores familiares.

Além disso, de 3% a 4% dos custos operacionais do setor equivalem a contrapartidas que são exigidas por lei para beneficiar os pequenos agricultores. Entre estas contrapartidas, estão a compra de sementes e a prestação de assistência técnica aos agricultores familiares.

Hoje, 80% do biodiesel negociado nos leilões promovidos pelo governo são direcionados a fabricantes de biodiesel que possuem o chamado selo social. Só possuem este selo os fabricantes que compram pelo menos 30% de suas matérias-primas no Sul, Sudeste e Nordeste de agricultores familiares. No Norte e no Centro-Oeste, a exigência mínima é de 10% e vai passar para 15% no ano que vem.

X