Sem prorrogação, prazo para entrega do CAR vence em 05/05

As áreas canavieiras também precisam estar cadastradas  no CAR
As áreas canavieiras também precisam estar cadastradas no CAR

Produtores de cana-de-açúcar e empresas canavieiras ligadas a usinas sucroenergéticas estão entre os que têm até esta quinta-feira (05/05) para formalizar a inscrição junto ao Cadastro Ambiental Rural (CAR).

A expectativa de lideranças do agronegócio brasileiro era de que o prazo fosse estendido, uma vez que, conforme apurou o Portal JornalCana, mais de 20% das propriedades agrícolas do País ainda não fizeram a inscrição.

Segundo o último levantamento da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, divulgado em 25/04, faltavam efetuar o cadastro 31% da área cadastrável do estado.

Até as 8h30 desta quarta-feira (04/05) o Ministério do Meio Ambiente, responsável pela gestão do CAR, não se posicionou se haverá ou não extensão do prazo. Originalmente, o prazo vencia em 05/05/2015 e foi prorrogado por um ano.

prazo para a inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR) está na reta final. Os produtores do Estado de São Paulo têm até esta quinta-feira (5) para entregar a declaração. Segundo informações da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, o prazo não deverá ser prorrogado. A inscrição deve ser feita pela internet, por meio do Sicar-SP.

Obrigatório

O cadastro das informações ambientais das propriedades é obrigatório. O produtor precisa declarar a localização georeferenciada das áreas de preservação permanente, de Reserva Legal e de uso restrito.

Deverão ser inscritas as propriedades com delimitação das Áreas de Proteção Permanente, Reserva Legal, remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, que servirão para calcular os valores das áreas para diagnóstico ambiental.

O CAR é gratuito e imprescindível para o produtor que pretenda aderir ao Programa de Regularização Ambiental (PRA) e se credenciar para obter o reconhecimento de ativos ambientais; continuar as atividades agropecuárias, de turismo rural e de ecoturismo existentes até 22 de julho de 2008 e ter até 20 anos para recuperar Áreas de Proteção Permanente.

Em São Paulo

Em relatório de 25/04, a Secretaria do Meio Ambiente do governo paulista informa que estão cadastrados no CAR 14 milhões de hectares, equivalentes a 250 mil propriedades.

Conforme o Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuária do Estado de São Paulo (LUPA – SAA), divulgado em 2008, o Estado de São Paulo possui 4 milhões de hectares em 216 mil pequenas propriedades (que possuem até 4 módulos fiscais) e 9,8 milhões de hectares em 33 mil imóveis com mais de 4 módulos fiscais.

 

 

X