[EDITORIAL 271] Seja contagiado por esta paixão!

Paixão, pés no chão, competência, tecnologia e investimento em pessoal qualificado. Estes são os cinco atributos que explicam o sucesso da Usina Diana, de Avanhandava, SP, cuja matéria especial o JornalCana publica nesta edição. Não por acaso a palavra paixão é a que puxa a fila dos adjetivos.

Foi a paixão à primeira vista pela usina que tomou conta de Ricardo Junqueira, quando ali chegou em 2010, e que acabou por contagiar toda a equipe. O resultado é que a unidade hoje esbanja vitalidade, com duplicação e, em alguns casos, triplicação da produtividade.

Pés no chão deram a firmeza à unidade para implementar as mudanças necessárias. Isto não significou, entretanto, ficarem travados no mesmo lugar, esperando a crise passar. Caminharam firmes, sem jamais tirar os olhos dos objetivos.

Gente competente foi contratada e agregada e toda a equipe passou a fazer parte das decisões da unidade. Das inúmeras reuniões iniciais saíam animados a promover mudanças, ainda que fosse preciso cortar na própria pele. A descentralização deu resultado e os resultados começaram a aparecer.

Sempre dividindo as glórias e as mazelas, a equipe de Ricardo Junqueira vem implementando práticas de administração modernas, transparentes e participativas, que premiam a meritocracia.

Investimentos foram feitos, não de qualquer maneira, mas sempre a partir de estudos que exigiam mudanças tecnológicas que, comprovadamente, levariam a unidade a um novo patamar de produtividade.

Outra decisão fundamental foi tomada no quesito liquidez financeira. A partir de um plano diretor que exigiu meses para ser esquadrinhado, partiu para a meta de crescer organicamente, respeitando a liquidez de caixa, com limite de endividamento.

O resultado é que nestes pouco mais de seis anos a Diana se transformou em um case de sucesso: mais que duplicou sua moagem, ao saltar de pouco mais de 756 mil toneladas para 1.650.000 na safra passada.

Mesmo nesta crise a companhia mais do que dobrou o tamanho, em números absolutos e relativos, diminuindo os seus custos e aumentando a sua geração de caixa, entre outros feitos, conforme o leitor verá clicando aqui.
Ao publicar esta história, nosso desejo é que muitos mais no setor sejam contagiados por essa mesma paixão.

X