São Martinho prevê moagem de cana 0,5% menor na safra 17/18

A companhia sucroenergética São Martinho revisou o guidance da safra de cana-de-açúcar 2017/18. Controladora de quatro unidades processadoras de açúcar, etanol e bioeletricidade, a empresa projeta agora moagem 0,5% menor na temporada, ao mesmo tempo em que aumenta as estimativas de produção principalmente para etanol.

Fonte: Diretoria Financeira e de Relações com Investidores da São Martinho

A moagem, que inicialmente estava prevista em 22,3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, tem a estimativa reduzida para 22,194 milhões de toneladas da matéria-prima.

Em fato relevante, Felipe Vicchiato, diretor financeiro e de relações com investidores, relata que a São Martinho aumenta as estimativas de produção da safra 17/18, principalmente para etanol, como “consequência da melhora do ATR médio, superior em
4,4% em relação às nossas estimativas iniciais.”

A melhora do ATR, relata o executivo, é resultado do clima seco observado no último trimestre, somado à rápida recuperação dos nossos canaviais, após duas safras de clima adverso. 

Garantias

O diretor financeiro da São Martinho atesta no fato relevante “que as considerações futuras não são garantias de desempenho, envolvem riscos, incertezas e premissas,
pois se referem a eventos futuros e portanto dependem de circunstâncias que podem ou não ocorrer.”

Ele lembra também que “as condições econômicas gerais, condições da indústria, climáticas e outros fatores operacionais, podem afetar os resultados futuros da empresa e podem conduzir a resultados que diferem, materialmente, daqueles expressos em tais considerações futuras.”

 

X