São Martinho lucra R$ 33 milhões no 4º tri

Em cenário de recuperação dos preços do açúcar e do etanol no mercado internacional, o Grupo São Martinho encerrou o quarto trimestre da safra 2008/2009 com lucro líquido de R$ 33,1 milhões, comparado a um lucro líquido de R$ 700 mil no mesmo período da safra anterior.

O aumento de 41,9% no preço do açúcar em reais e de 10,2% no volume de etanol vendido foram os principais responsáveis pelo resultado do trimestre. A receita líquida cresceu 15,4%, para R$ 267,3 milhões no trimestre. Já receita líquida no exercício social de 2009 somou R$ 774,5 milhões, um aumento de 8,7%.

“A entrada em operação da Usina Boa Vista, em Goiás, propiciou acréscimo de 16,3% no total de etanol comercializado no ano safra e venda de 105.564 MW/h de energia, contribuindo com uma receita adicional de R$ 16,4 milhões”, diz João Carvalho do Val, diretor financeiro e de Relações com Investidores.

O Grupo São Martinho processou 12 milhões de toneladas de cana na safra 2008/2009, dedicando 67% desse total à produção de 674 mil m³ de etanol. Os outros 33% de cana resultaram em 555 mil toneladas de açúcar.

Uma produção menor na Índia ajudou a elevar em 17% o preço do açúcar no mercado internacional ao longo do exercício social de 2009. Isso, aliado à desvalorização cambial de 6,4%, fez com que o preço médio em reais ficasse 24,4% acima do exercício de 2008. O Grupo São Martinho produziu 555 mil toneladas de açúcar no ano safra 2008/2009, 5,4% mais do que na safra anterior.

Em cenário de recuperação dos preços do açúcar e do etanol no mercado internacional, o Grupo São Martinho encerrou o 4º trimestre da safra 2008/2009 com lucro de R$ 33,1 milhões.

X