São Luís poderá ter linha de trens movidos a biodiesel

O secretário de Estado de Infraestrutura, Max Barros, participou ontem (12) de palestra sobre a implantação de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) apresentada por representante da empresa Bom Sinal – fabricante nacional de trens movidos a biodiesel.

Participaram do encontro o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Francisco Gomes, técnicos e engenheiros da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).

A reunião teve como objetivo ampliar as discussões em torno da adoção, na Região Metropolitana de São Luís, de um sistema de transporte mais rápido, menos poluente e capaz de ajudar na redução do gargalo em que se tornou o trânsito.

Segundo Max Barros, a implantação de um sistema inovador e eficaz nos municípios da Ilha de São Luís é uma determinação da governadora Roseana Sarney.

“A realiza ção deste encontro atende a uma das preocupações do Governo do Estado, que é encontrar soluções viáveis e modernas para o trânsito da Região Metropolitana. E o transporte de massa é uma das saídas mais viáveis para a diminuição dos gargalos hoje existentes”, explicou.

Êxito – O diretor comercial da Bom Sinal, Márcio Florenzano, mostrou aos presentes números que comprovam a eficiência do VLT e projetos de sucesso já em andamento no Brasil.

Em Juazeiro do Norte (CE), a empresa já instalou um VLT movido a biodiesel. O trem faz a linha para a cidade de Crato, num percurso de 13,6 km. Também no Ceará, em Fortaleza, o veículo está em fase final de implantação.

Ainda de acordo com Florenzano, o VLT tem como principal vantagem a capacidade de transporte de passageiros. Um único veículo, com dois carros, equivale a cinco ônibus articulados, 10 ônibus convencionais, ou 65 vans.

“O VLT é bem-sucedido em várias cidades do mundo e o modelo brasileiro é mais barato e mais eficiente do que o europeu por uma razão: ele pode se adaptar a qualquer modelo urbano”, disse Florenzano.

No Brasil, o primeiro sistema de veículos leve sobre trilhos foi o VLT de Campinas – atualmente desativado. O Metrô do Cariri é o mais novo sistema e foi recentemente inaugurado. Também pretendem implantar o sistema algumas capitais nordestinas, tais como Aracaju (SE), Teresina (PI), João Pessoa (PB), Natal (RN) e Maceió (AL), além de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

X