Safra de cana vai ficar abaixo da previsão de 570,19 milhões de t

O encerramento precoce da moagem de cana-de-açúcar da safra 2010/2011 deverá levar a um processamento final menor que as 570,19 milhões de toneladas previstas pela União da Indústria de cana-de-açúcar (Unica), em agosto. Segundo o diretor técnico da entidade, Antonio de Padua Rodrigues, cerca de 140 usinas já encerraram a moagem da safra na região, ante 15 usinas em igual período no ano anterior. Além disso, o setor vem registrando uma persistência da quebra agrícola. “Mesmo as usinas que continuam moendo, estão trabalhando menos em função da menor disponibilidade de cana”, disse.

A desaceleração do ritmo de moagem de cana-de-açúcar pelas unidades produtoras da Região Centro-Sul do País intensificou-se durante a primeira quinzena de novembro. No período, o volume de matéria-prima processada somou 24,30 milhões de toneladas, redução significativa de 19,32% comparado com a última quinzena de outubro e de 7,05% em relação aos primeiros 15 dias daquele mês. No acumulado desde o início da safra, a moagem alcançou 525,18 milhões de toneladas (t), contra 473,86 milhões de t registradas no mesmo período do ano anterior.

Quebra

De acordo com o Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), na primeira quinzena de novembro, a produtividade agrícola caiu 23,7% em relação ao mesmo período de 2009. No acumulado desde o início da safra até 15 de novembro, a quebra já é de 6,8% comparada com igual período da safra passada. A quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) atingiu 134,58 kg por tonelada de cana-de-açúcar na primeira quinzena de novembro, 11,01 kg inferior ao valor obtido nos últimos 15 dias de outubro. A redução já era esperada, pois, conforme mencionado na última atualização de safra divulgada pela Unica em 17 de novembro, o ATR cana no Estado de São Paulo era declinante a partir de novembro.

No acumulado desde o início da safra, a concentração de ATR aumentou 7,36% relativamente ao mesmo período de 2009, totalizando 142,04 kg por tonelada de matéria-prima. “Segundo levantamento feito pela Unica, em parceria com os demais sindicatos e associações do centro-sul, a estimativa é de que até o final deste mês mais de 140 usinas finalizem suas operações, contra apenas 15 na safra passada”, acrescentou Pádua. “Estes números evidenciam o encerramento precoce da atual safra em muitas regiões, decorrente da menor oferta de matéria-prima”, afirmou.

X