[Safra 2016/17] Unica divulga resultados da 2ª quinzena de julho

Moagem

moagemO volume processado de cana-de-açúcar pela região Centro-Sul do Brasil somou 49,09 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na 2ª quinzena de julho de 2016, contra 49,67 milhões de toneladas registradas na mesma quinzena da safra anterior. Nesse mesmo período, a produção de açúcar totalizou 3,10 milhões de toneladas e o volume fabricado de etanol atingiu 2,06 bilhões de litros, dos quais 914,92 milhões de litros de etanol anidro e 1,15 bilhão de litros de etanol hidratado.

Em Goiás, uma nova unidade produtora (greenfield) iniciou sua primeira safra na 2ª quinzena de julho. Com ela, são 273 usinas e destilarias em atividade no Centro-Sul até 1º de agosto. Até a mesma data de 2015, eram 278 empresas.

Produtividade

Dados apurados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) indicam uma queda no rendimento da lavoura colhida no Centro-Sul em julho de 3,0% sobre o mesmo mês do último ano. A quebra acumulada entre abril até o final de julho é menor: 1,9%, com 84,8 toneladas de cana-de-açúcar por hectare colhido, frente a 86,5 toneladas por hectare observadas até esta mesma data de 2015.

O Estado de São Paulo, ao contrário, registrou um aumento de 1,3% da produtividade agrícola acumulada em igual período. Na análise mensal, o crescimento é menor: 0,6% entre julho de 2016 (86,3 toneladas por hectare) versus o mesmo mês de 2015 (85,8 toneladas por hectare).

Produção

sugar bulkDesde o início da safra 2016/2017 até 1º de agosto, a moagem acumulada do Centro-Sul totalizou 310,51 milhões de toneladas, com a produção de etanol saltando para 12,82 bilhões de litros (5,19 bilhões de litros de etanol anidro e 7,63 bilhões de litros de etanol hidratado) e a quantidade fabricada de açúcar alcançando 16,91 milhões de toneladas – 3,50 milhões de toneladas acima do resultado para o mesmo período do ciclo 2015/2016.

Desse incremento de 3,50 milhões de toneladas, aproximadamente 1,75 milhão de toneladas decorre da expansão da moagem – com expressivos 54,46 kg de açúcar por tonelada de cana apurados até 1º de agosto. Portanto, esse aumento na fabricação de açúcar não deriva exclusivamente de uma alteração no mix de produção, bem como os valores registrados até essa data não devem ser extrapolados diretamente para os meses restantes da safra Até 1º de agosto, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram, respectivamente, os Estados com maior crescimento percentual na produção de açúcar quando comparado ao resultado do mesmo período de 2015.

Em valores absolutos, do mencionado aumento de 3,50 milhões de toneladas na quantidade fabricada de açúcar pelo Centro-Sul, 2,25 milhões de toneladas derivam da ampliação na produção paulista.

ATR

A qualidade da matéria-prima no Estado de São Paulo segue praticamente empatada em relação àquela observada no ano passado. O teor de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) foi de 125,44 kg por tonelada no acumulado da safra 2016/2017, ante 125,07 kg por tonelada apurada no mesmo período de 2015. No Centro-Sul, houve um pequeno incremento de 1,74% sobre o resultado da safra passada (125,19 kg versus 127,38 kg em 2016).

Comercialização de etanol

O mercado de etanol hidratado permanece estável, com vendas na ordem de 1,30 bilhão de litros em julho, mês em que a sazonalmente a demanda diminui em função das férias escolares. De fato, as unidades produtoras da região Centro-Sul comercializaram, especificamente, 1,33 bilhão de litros em julho de 2016, sendo 670,27 milhões de litros registrados na 2ª metade do mês. Esse volume mensal é semelhante aos 1,35 bilhão de litros e 1,34 bilhão de litros vendidos em junho e maio, respectivamente.

As vendas de etanol anidro ao mercado interno somaram 427,00 milhões de litros na última
quinzena de julho, somando 864,36 milhões de litros comercializados no mês.

Dados

Unicaprodacum

Unicaprodaquin

*Clique nas imagens para ampliar as tabelas

**Dados interativos da safra de cana-de-açúcar podem ser acompanhados em nossa plataforma de mercado, solicite seu acesso em: atendimento@procana.com.br

 

(Fonte: Unica)

X