Rússia mantém taxa de importação de açúcar em US$ 205 a tonelada

A tarifa para importação de açúcar bruto adotada por Rússia, Casaquistão e Belarus ficará em US$ 205 por tonelada em julho, inalterada ante junho e maio, informou nesta quarta-feira, 26, a associação dos produtores russos (Soyuzrossakhar). Segundo a associação, a taxa se baseia no preço médio das cotações da commodity na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) em maio, que foi de US$ 376,52 por tonelada.

A Rússia fixa as tarifas de importação em conjunto com os outros dois membros da União Aduaneira, Casaquistão e Belarus. Entre 1º de maio e 31 de junho, a taxa imposta às compras de açúcar bruto do mercado internacional foi de US$ 205 por tonelada, se o preço médio em NY estivesse entre US$ 365,98 e US$ 405,65 por tonelada.

Entre US$ 405,65 e US$ 445,33 por tonelada, o imposto seria US$ 183 por tonelada. Se as cotações na ICE subissem para US$ 445,34 a US$ 485,02 por tonelada, os três países cobrariam apenas US$ 162 por tonelada. Acima de US$ 485,03 por tonelada, a tarifa cairia para US$ 140 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

X