Rurícolas alagoanos ganham reajuste salarial de 7,5%

Os trabalhadores rurais de Alagoas terão um reajuste salarial de 7,5%, com pagamento retroativo a 1º de novembro, data-base da categoria. O acordo foi firmado nesta terça-feira (2) entre a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado de Alagoas (Fetag) e o Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Alagoas (Sindaçúcar).

Com o novo acordo, o salário base dos trabalhadores no corte da cana passou de R$ 427,00 para R$ 459,00. Também foi confirmado o pagamento de um piso de garantia extra no valor de R$ 12,00. As usinas começaram a ser notificadas nesta quarta-feira. O acordo coletivo deve ser assinado, na próxima semana, na Delegacia Regional do Trabalho.

“Foi um acordo positivo. Afinal, ficamos com um salário superior ao praticado em vários Estados da região Nordeste”, disse o secretário de Organização e Formação Sindical da Fetag, Antônio Torres. O aumento anual foi 17% superior ao salário mínimo.

A negociação das horas itineres, que estão previstas no Termo de Ajuste de Conduta (TAC), assinado entre Fetag, Sindaçúcar, Governo e Procuradoria Regional do Trabalho, foram retiradas da pauta da convenção coletiva e serão negociadas diretamente entre os sindicatos dos trabalhadores rurais da região canavieira.

X