Rio de Janeiro está próximo a atingir a meta do Programa Luz no Campo

O Programa Luz no Campo já eletrificou 23 mil propriedades rurais no estado do Rio de Janeiro, beneficiando 93 mil pessoas. O programa – parceria entre os governos estadual e federal e concessionárias – prevê a eletrificação de 25 mil residências no estado. O Rio pode ser o primeiro a atingir a meta de universalização do serviço de energia.

Segundo a Secretaria de Energia, Indústria Naval e do Petróleo do estado, a Light é a distribuidora que deverá concluir mais rapidamente a ação. Hoje, existem 6.543 propriedades cadastradas na área de atuação da distribuidora carioca. Desse total, 5.415 ligações já foram concluídas, o que significa ligar, em média, 80 propriedades rurais por mês.

A Cerj (Companhia de Eletricidade do Estado do Rio de Janeiro) realiza cerca de 500 ligações por mês nos 65 municípios que atende. Das 22.478 propriedades cadastradas, 15 mil foram eletrificadas. A CFLCL (Companhia Força e Luz Cataguazes-Leopoldina) e a Cenf (Companhia de Eletricidade de Nova Friburo) realizam cerca de 50 ligações por mês e já atenderam a 543 propriedades rurais, de um total de 936 propriedades cadastradas.

O secretário estadual Luiz Limaverde ressalta que, além dos projetos de eletrificação rural, o estado também desenvolve, junto com o Prodeem, o programa Gerasol, que leva energia solar às comunidades isoladas. Já foram instalados 67 sistemas fotovoltáicos no Rio, beneficiando cerca de 30 mil pessoas. (Canal Energia)

X