Raízen amplia distribuição de combustíveis

raizenOs avanços em infraestrutura no Centro-Oeste abriram caminho também para o etanol produzido na região.

A Raízen está finalizando um cronograma de investimentos em terminais para a distribuição de combustíveis em seis cidades da região: Cuiabá (MT), Rondonópolis (MT), Campo Grande (MS), Goiânia (GO), Alto Taquari (MT) e Brasília (DF).

Foram investidos R$ 120 milhões nos últimos três anos para colocar os terminais em funcionamento.

O objetivo é levar o diesel e a gasolina para o Centro-Oeste, que vem ganhando relevância no consumo, e transportar o etanol e o biodiesel produzido naquela região para outras partes do país.

O transporte dos combustíveis será feito pelo modal ferroviário, o que vai aumentar a eficiência logística da operação e reduzir o fluxo de caminhões nas rodovias, segundo Leonardo Gadotti Filho, vice-presidente de logística e distribuição da Raízen.

Serão utilizadas duas rotas principais: a gasolina e o diesel chegarão de Paulínia (SP) ou do porto de Itaqui (MA) para serem distribuídos no Centro-Oeste. O etanol e o biodiesel farão o caminho inverso, para abastecer os mercados do Sudeste e do Nordeste.

Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul ganharam espaço na produção de açúcar e etanol nos últimos anos.

Segundo dados da Unica (União da Indústria da Cana-de-açúcar), a participação desses Estados no processamento de cana do Brasil foi de 18% na safra 2013/14. Em 2007/08, a fatia era de 10%.

No caso do biodiesel, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás representaram 40,6% da produção nacional no ano passado, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo e Biocombustíveis).

(Fonte: Folha de S.Paulo)

X