Quem são os 10 integrantes do Conselho Fiscal da Cosan

cosanA Cosan S. A. Indústria e Comércio, sócia da Shell na joint venture Raízen, definiu os nomes de dez titulares e suplentes do Conselho Fiscal da companhia.

Os integrantes assumiram no fim de abril passado e ficam nos cargos até a próxima assembleia geral ordinária da Cosan prevista para o fim de abril de 2017.

Os acionistas da Cosan S. A. Indústria e Comércio estabeleceram a remuneração dos membros do Conselho Fiscal em até R$ 767 mil.

 

O Portal JornalCana divulga os nomes dos 10 titulares e suplentes do Conselho, acompanhados de seus perfis.

1

Titular: Nadir Dancini Barsanulfo

É membro do Conselho Fiscal da Comgás desde 11/2012. Bacharel em Direito com pós-graduação em Ciências Contábeis pela FGV, iniciou sua carreira na Esso Brasileira de Petróleo em 1968. Atualmente presta serviços de consultoria tributária para as empresas do Grupo Cosan. Nos últimos cinco anos exerceu cargos de Diretoria nas empresas Cosan Combustíveis e Lubrificantes S.A. (até 05/2011), BlueWay Trading Importação e Exportação S.A., Petróleo Sabba S.A., Raízen Fuels Finance Ltd., Raizen Energy FInance Ltd. e Raízen Cayman Ltd., (todos até 12/2012), bem como cargos de Conselheira Fiscal na Fundação Raízen, RaizPrev Entidade de Previdência Privada, Logum Logística S.A. (todas até o final de 2012) e na Futura Entidade de Previdência Privada (desde 08/2012).

Suplente: Sérgio Roberto Ferreira da Cruz

Formado na Faculdade de Economia e Finanças do Rio de Janeiro, e pós graduado em Análise de Sistemas na IBAM / PUC RJ, iniciou carreira profissional na Esso Brasileira de Petróleo (Grupo ExxonMobil), em 1973, na área de Contabilidade e Controladoria. Em dezembro de 2011, se aposentou e abriu a SRFCRUZ Consultoria Empresarial LTDA, onde atuou como Consultor Tributário, prestando serviço para diversas empresas, entre elas: Grupo Cosan (compreendendo a Cosan Lubrificantes e Especialidades, Rumo Logística e a Comgás). Ráizen Combustíveis S.A., Raízen Energia S.A. (Produção de Etanol e Açúcar), Sindicom (Sindicato das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Fabricantes de Lubrificante) e outras empresas de consultoria, através de parcerias.

2

Titular: Vanderlei Dominguez da Rosa

Formado em ciências contábeis na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, especializou-se em Mercado de Capitais e Contabilidade de Custos. Possui experiência contábil, atuando também como membro nos conselhos fiscais da Weg, Odontoprev S.A., Triunfo Part. e Investimentos S.A., Sanepar, Tecnisa S.A., Padtec S.A., IdeiasNet S.A., Centrais Elétricas do Pará S.A. e Equatorial Energia S.A.

Suplente: Paulo Roberto Franceschi

Graduado em Ciências Contábeis pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná e em Ciências Econômicas pela FAE Business School. Já participou anteriormente de mais de cinco conselhos fiscais, e atualmente participa como membro nos conselhos fiscais da BB Seguridade Participações, Banco do Brasil, Equatorial Energia, Triunfo Participações e Investimentos, CELPA e Tecnisa. É sócio da Auditoria e Controle – Auditores Independentes.

3

Titular: Alberto Asato

Membro do Conselho Fiscal da Companhia desde 2009 até 2011 e eleito novamente em 2013. Graduou-se em Administração de Empresas nas Faculdades Integradas de Marília em 1978. Exerceu sempre atividades no agronegócio, iniciando a carreira em 1976 na industria de óleos vegetais. Entre 1980 e 2002 atuou como diretor de empresas rurais ligadas ao Grupo NovAmérica, na implantação e desenvolvimento de projetos agropecuários no Brasil, Paraguai e Bolívia. Entre 2001 e 2003 foi membro do Conselho Consultivo da Lagoa da Serra S.A.. A partir de 2002 ocupou a função de diretor superintendente da NovAmérica S.A. Agroenergia e Rezende Barbosa S.A Administração e Participações.

Suplente: Edison Andrade de Souza

Graduado em Ciências Contábeis na Faculdades Integradas de Marília e em Direito pela Fundação de Ensino Eurípedes Soares da Rocha, com MBA em Gestão de Negócios pela Fundace USP. Tem ampla experiência em contabilidade, administração financeira, analise de investimentos e viabilidade econômica, gerenciamento de projetos e implantação de sistemas, e vivencia de mais de 30 anos no setor sucroenergético.

4

Titular: Marcelo Curti

Economista formado pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) em 1985, pós-graduado em administração de empresas pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) em 1986, é sócio diretor da Rio Branco Consultores Associados Ltda e da Maiol Assessoria em Gestão Empresarial Ltda. Atuou no Grupo Safra de 1981 a 2008, quando exercia o cargo de Diretor Estatutário. Membro do Conselho Fiscal da Duke Energy S.A. e da Hypermarcas S.A.

Suplente: Edgard Massao Raffaelli

Administrador de Empresas formado pela Fundação Getulio Vargas em 1989, sócio da Rio Branco Consultores Associados Ltda. Membro do Conselho Fiscal do Tucca – Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer.

5

Titular: José Mauricio D’isep Costa

Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade de Vila Velha – Espírito Santo e MBA em Controladoria pela Fundação Getulio Vargas – FGV RJ/CEAG. Vice-Presidente Financeiro da Vicunha Têxtil S.A. desde janeiro de 2010, membro do Conselho Fisal da Cia Fiação Santo Antonio desde abril de 2011 e membro do Conselho de Administração da Coelho da Fonseca Empreendimentos Imobiliários desde janeiro de 2010.

Suplente: Norton dos Santos Freire

Bacharel em Ciências Contábeis pela FAI em 1989. Sócio da Addvalue Assessoria e Consultoria desde dezembro de 2005. Professor da Faculdade São Luís (São Paulo), Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (Belo Horizonte) e do Seminário Paulopolitano – FAI (São Paulo). Curso de formação docente pela Price Waterhouse a partir de conteúdo desenvolvido na Inglaterra.

 

Mais sobre o Conselho Fiscal

Conforme Lei das Sociedades por Ações, o Conselho Fiscal é um órgão independente da administração e da auditoria externa da Cosan. A responsabilidade principal do Conselho Fiscal é rever as atividades gerenciais e as demonstrações financeiras, relatando suas observações aos acionistas.

O Conselho Fiscal não pode conter membros que façam parte do Conselho de Administração, da Diretoria ou do quadro de empregados de uma empresa controlada ou de uma empresa do mesmo grupo da Cosan, tampouco um cônjuge ou parente dos seus administradores.

Além disso, a Lei das Sociedades por Ações exige que os membros do Conselho Fiscal recebam, a título de remuneração, no mínimo, 10% da média da remuneração paga a cada Diretor.

O Conselho Fiscal da Companhia foi instaurado na Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária realizada no dia 31 de julho de 2013,em caráter não permanente e com mandatos até a próxima Assembleia Geral Ordinária.

X