Quem assumirá a presidência da Petrobras Biocombustível?

peO ex-presidente e CEO da Bunge Brasil, Pedro Parente, assume oficialmente a presidência da Petrobras nesta quarta-feira (01/06/2016). Ele possui experiência no setor sucroenergético, e além da Bunge, que controla 8 usinas de cana-de-açúcar no País, e terá como comandada a Petrobras Biocombustível (PBio).

O JornalCana entrou em contato para checar com a assessoria de comunicação da Petrobras quem ocupará a presidência da PBio. Atualmente, a presidência da empresa é ocupada por Alberto Oliveira Fontes Júnior.

A informação do novo presidente da empresa é aguardada com ansiedade pelo setor porque a PBio tem peso no setor sucroenergético. É sócia da Tereos International na Guarani, uma das principais companhias sucroenergéticas, que opera em Moçambique e sete unidades produtoras de açúcar, etanol e bioeletricidade no País.

A PBio também é sócia do Grupo São Martinho na Nova Fronteira Bioenergia, que controla a usina Boa Vista em Quirinópolis (GO). A empresa da estatal também é sócia da Total na usina Bambuí, em Minas Gerais.

Leia mais: PBio investe e fica com 46% da Guarani

 

Saiba mais sobre Pedro Parente: 

Pedro ParentePedro Pullen Parente iniciou a carreira no serviço público no Banco do Brasil em 1971, e em 1973 foi transferido para o Banco Central, em ambos os casos por concurso público.

Foi consultor do Fundo Monetário Internacional e de instituições públicas no País, incluindo Secretarias de Estado e a Assembleia Nacional Constituinte de 1988, tendo atuado em diversos cargos na área econômica do Governo.

Foi Ministro de Estado entre 1999 e 2002, tendo sido o coordenador da equipe de transição do Governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso para o Presidente Lula. Neste período, foi relevante sua atuação como Presidente da Câmara de Gestão da Crise de Energia. Foi membro do Conselho de Administração da Petrobras no período de 24/03/1999 a 31/12/2002 e Presidente deste Conselho a partir de 25/03/2002.

Foi Vice-Presidente Executivo (COO) do Grupo RBS no período de 2003 a 2009 e Presidente e CEO da Bunge Brasil de janeiro de 2010 a abril de 2014. Atualmente, é membro do conselho da SBR-Global, além de ser Sócio-Diretor do grupo de empresas Prada de consultoria e assessoria financeira. É também Presidente do Conselho de Administração da BM&FBOVESPA desde março de 2015.

X