Quebra da safra de cana em Alagoas passa de 20%

safLevantamento do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool do Estado de Alagoas (Sindaçúcar-AL) revela que a safra 2015/16 registra quebra de 20,14%.

A avaliação está em boletim do Sindicato, com posição de moagem de cana acumulada até o dia 15 de março. A safra 15/16 entra nas últimas semanas entre as usinas de cana-de-açúcar do Estado.

De acordo com o levantamento, foram processadas até a primeira quinzena de março 15,6 milhões de toneladas de cana. Já no mesmo período do ciclo passado, a quantidade de cana beneficiada ultrapassou os 19 milhões de toneladas.

A exemplo da cana moída, o boletim aponta ainda uma redução na quantidade de açúcar e etanol produzidos nesta safra.

No caso do açúcar, a redução, até 15 de março, foi de 27,4%. A comparação é feita em relação a safra passada, quando haviam sido produzidos, no mesmo período, 1,6 milhão de toneladas de cana. Nesta moagem, a produção está em 1,1 milhão de toneladas.

Compartilhando o mesmo cenário de queda, a produção de etanol registra uma redução de 19,85% ante ao ciclo 14/15. As usinas e destilarias alagoanas produziram até este mês 361 milhões de litros, enquanto na moagem passada foram produzidos 451 milhões de litros.

X