Próximo governo terá de enfrentar unilateralismo americano

Lidar com o unilateralismo dos Estados Unidos depois dos atentados de 11 de setembro será um dos grandes desafios do próximo governo no Brasil, especialmente no campo das relações diplomáticas, da geopolítica e da segurança. Nas relações econômicas e comerciais, o quadro é um pouco mais matizado. O multilateralismo, o bilateralismo e o regionalismo sobrevivem, mas a única superpotência restante no mundo pode jogar duro a qualquer momento, e em qualquer instância. Este poderia ser, em resumo, as principais conclusões que emergiram do último dia do XIV Fórum Nacional, o ciclo de debates organizado anualmente pelo ex-ministro do Planejamento, João Paulo dos Reis Velloso. Em um dia em que o tema central foram as relações internacionais, a cúpula da diplomacia brasileira compareceu ao fórum para passar uma mensagem parecida mas calibrada no tom aos papéis e cargos que cada um detém. (O Estado de SP)

X