Próxima reunião da UE com Mercosul deverá apresentar avanços

Apesar da resistência da União Européia (UE) em estabelecer uma data para a conclusão das negociações bilaterais com o Mercosul e evitar formalmente o uso do termo “acordo de livre comércio” como objetivo final desse processo, a reunião entre os dois blocos que acontecerá na capital espanhola na próxima sexta-feira deverá resultar em alguns avanços importantes em termos de compromissos por parte dos europeus. O chefe da missão brasileira junto as Comunidades Européias em Bruxelas, embaixador José Alfredo Graça Lima, disse hoje em Madri que os europeus aceitaram a inclusão no documento final do encontro de uma declaração de que “o objetivo das negociações é o de alcançar o incremento do comércio recíproco de forma consistente com o Acordo Geral de Tarifas e Comércio (Gatt) e com a Organização Mundial do Comercio (OMC)”. O artigo 24 do Gatt, acordo que alicerçou a criação da OMC, prevê que acordos de livre comércio somente podem ser firmados se abrangerem pelo menos 85% dos bens transacionados entre os dois lados. Na avaliação de Graça Lima, com o compromisso de buscar um acordo dentro das regras do Gatt, os europeus, na prática, estarão admitindo que negociam um acordo de livre comércio. Os europeus evitam o máximo usar o termo “acordo de livre comércio”, preferindo falar “em abertura comercial progressiva”. (O Estado de S.P)

X