Projeto AGORA realiza ação educacional em Goiânia

O Projeto AGORA, iniciativa da União da Indústria de cana-de-açúcar (Unica) que integra ações de comunicação para estimular a conscientização sobre as benéficas relações entre a agroenergia, o desenvolvimento econômico e social e o meio ambiente, realiza em Goiás, uma série de oficinas voltadas para professores, alunos e suas comunidades.

Nesta quarta-feira (25) a oficina do Estudo Municípios Canavieiros será realizada para professores da Rede Municipal de Ensino, no CEFPE (Centro de Formação dos Profissionais da Educação do Município de Goiânia).

Na quinta-feira, dia 26, a oficina será ministrada em Goianésia, distante 170 quilômetros de Goiânia. Lá, a escola escolhida foi o Colégio Estadual José Carrilho. Em setembro e outubro estão previstas oficinas em Goiatuba, Itumbiara e Rio Verde.

Erich Lauer, da Editora Horizonte, responsável pelas oficinas, abriu o evento ontem, em Goiânia, ao lado do presidente executivo do Sifaeg, André Rocha, que agradeceu a participação dos professores em nome dos integrantes do Projeto AGORA.

“Essa ação educacional, promovida pelas entidades que representam os produtores de etanol e açúcar, se constitui em mais uma demonstração do interesse e comprometimento do setor sucroenergético com a comunidade dos municípios, principalmente daqueles onde as usinas estão instaladas” disse o executivo.

Cada escola participante recebe dois kits de material pedagógico, contendo o Caderno do Professor com 52 páginas, um conjunto de oito posters e um DVD multimídia com fotos e vídeos. A iniciativa conta ainda com um site de apoio, o www.municipios-canavieiros.com.br, e um jogo educativo, o “Quem é Quem no Mundo da Cana-de-Açúcar”, desenvolvido para consolidar o conteúdo abordado em sala de aula.

Para a assessora de relações institucionais da Unica e coordenadora do Projeto AGORA, Nayana Rizzo, o grande diferencial da iniciativa é a formação continuada de professores, que receberão 14 horas de orientações presenciais e à distância, incluindo dicas para trabalhos de campo com os alunos.

“O site serve de apoio aos professores e permite também a participação de outros interessados, que poderão baixar todos os materiais pedagógicos, inclusive os vídeos interativos,” conta.

A primeira iniciativa de cunho educativo do Projeto AGORA, o “Desafio Mudanças Climáticas,” atingiu 8 estados brasileiros ao longo de 2009, impactando mais de 2 milhões de alunos do 8º e 9º anos em 12 mil escolas estaduais. Ao final do Desafio, mais de 3.500 estudantes submeteram trabalhos manuscritos abordando mudanças climáticas em suas cidades.

X