Produtores entregam propostas de modernização da Lei Açucareira

A Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana), juntamente com a União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida) e a Comissão Nacional da Cana de Açúcar da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apresentaram proposta de mudanças na Lei da Produção Açucareira (4870/65) durante reunião da Câmara Setorial de Açúcar e Álcool do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O encontro, que foi marcado pela cordialidade e entendimento entre os representantes do setor sucroenergético, foi realizado na última quarta-feira (2), em Brasília. Nova reunião está prevista, apenas com representantes de industriais do setor, para analisar as sugestões.

De acordo com o vice-presidente da Feplana, Alexandre Andrade, que também é presidente da Unida e da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), os industriais ficaram de agendar uma reunião no dia 03 de março para analisarem a proposta dos fornecedores. “Logo após esse encontro, vamos marcar uma reunião da Câmara Setorial de Açúcar e Álcool para definirmos consensualmente as propostas de mudança na lei”, conta.

Segundo Andrade, as sugestões apresentadas pelos fornecedores visam modernizar a legislação, deixando-a compatível com o atual cenário de desenvolvimento do Brasil, sobretudo, referente às questões sócio-econômicas. O incentivo à produção e o levantamento dos custos, formação dos preços e do pagamento da tonelada de cana e sobre o modelo de remuneração e fiscalização da tonelada do produto foram alguns dos pontos abordados. Bem como sobre o fornecimento de cana e sobre os órgãos de classe, receita e assistência aos trabalhadores da agroindústria canavieira.

Os presidentes da Feplana, Paulo Leal, e da Comissão Nacional da Cana de Açúcar da CNA, Gerson Carneiro Leão, também participaram da reunião realizada ontem (2). E ainda os representantes do Fórum Nacional Sucroenergetico, Luiz Custódio e Pedro Luciano. Além dos presidentes do Sindaçucar/PE, Renato Cunha, ALCOPAR, Miguel Tranin, Sindalcool/PB, Edmundo Barbosa e BIOSUL, Roberto Holanda. E ainda Cid Caldas, representante do Ministério da Agricultura.

As informações são da assessoria de imprensa da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida).

Produtores entregam propostas de modernização da Lei Açucareira

A Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana), em conjunto com a União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida) e a Comissão Nacional da Cana de Açúcar da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apresentaram proposta de mudanças na Lei da Produção Açucareira (4870/65) durante reunião da Câmara Setorial de Açúcar e Álcool do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O encontro, que foi marcado pela cordialidade e entendimento entre os representantes do setor sucroenergético, foi realizado ontem (2/2), em Brasília. Uma nova reunião está prevista apenas com representantes de industriais do setor, para analisar as sugestões.

De acordo com o vice-presidente da Feplana, Alexandre Andrade, que também é presidente da Unida e da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), os industriais ficaram de agendar uma reunião no dia 3 de março para analisarem a proposta dos fornecedores. “Logo após esse encontro, vamos marcar uma reunião da Câmara Setorial de Açúcar e Álcool para definirmos consensualmente as propostas de mudança na lei”, conta.

Segundo Andrade, as sugestões apresentadas pelos fornecedores visam modernizar a legislação, deixando-a compatível com o atual cenário de desenvolvimento do Brasil, sobretudo, referente às questões sócio-econômicas. O incentivo à produção e o levantamento dos custos, formação dos preços e do pagamento da tonelada de cana e sobre o modelo de remuneração e fiscalização da tonelada do produto foram alguns dos pontos abordados. Bem como sobre o fornecimento de cana e sobre os órgãos de classe, receita e assistência aos trabalhadores da agroindústria canavieira.

Os presidentes da Feplana, Paulo Leal, e da Comissão Nacional da Cana de Açúcar da CNA, Gerson Carneiro Leão, também participaram da reunião realizada ontem. E ainda os representantes do Fórum Nacional Sucroenergetico, Luiz Custódio e Pedro Luciano. Além dos presidentes do Sindaçucar/PE, Renato Cunha, ALCOPAR, Miguel Tranin, Sindalcool/PB, Edmundo Barbosa e BIOSUL, Roberto Holanda. E ainda Cid Caldas, representante do Ministério da Agricultura.

X