Produtores de cachaça artesanal têm encontro

Pela primeira vez, os membros da Associação dos Produtores de Cachaça Artesanal do Paraná (Aprocapar) se reunem para traçar as metas do grupo. O encontro, que será realizado hoje e amanhã em Londrina, tem como objetivos identificar os empresários ainda não organizados e juntá-los numa cooperativa. A intenção é criar uma marca única com volume suficiente para abastecer os mercados interno e externo. ‘Somos cerca de 400 no Estado, mas apenas 10% estão em condições de competir’, explicou Rogério Afonso Silva, presidente da Aprocapar.

Para padronizar a cachaça, a entidade vai orientar os donos de alambiques a adotar os mesmos procedimentos para todas as etapas de produção: desde o plantio da cana passando pela colheita, moagem, fermentação e destilação até a bebida ser engarrafada. O Brasil fabrica anualmente 1,3 bilhão de litros de cachaça e exporta 11,1 milhões, principalmente para a Europa. O Paraná produz 12 milhões de litros.

Estima-se que existam no País mais de cinco mil marcas de cachaça e várias cooperativas. São 30 mil produtores, que geram 400 mil empregos diretos e indiretos. A cachaça é a bebida destilada mais consumida no Brasil e a terceira no ranking mundial.

X