Produção de petróleo bate recorde e chega a 2,18 milhões de barris/dia em dezembro

A produção média de petróleo no Brasil atingiu recorde em dezembro do ano passado totalizando 2,18 milhões de barris diários. Esse volume ultrapassa em 4,4% o registrado um mês antes (2,09 milhões de barris por dia). Já na comparação com dezembro de 2009, houve aumento de 9,1%.

Os dados fazem parte do Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural, divulgado hoje (31) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Ainda segundo a nota, o país também registrou em dezembro do ano passado recorde na produção de gás natural, totalizando aproximadamente 69 milhões de metros cúbicos por dia. O resultado aponta elevação de 4,5% em relação aos 66,2 milhões de metros cúbicos diários produzidos em novembro de 2010. Já na comparação com o mesmo período do ano anterior, o crescimento foi de 14,5%.

Os principais responsáveis pelos incrementos na produção foram os campos de Juba rte, Cachalote e Marlim, todos da Petrobras, localizados na Bacia de Campos.

O documento traz ainda informações sobre a produção no pré-sal, que também aumentou em dezembro, quando foram registrados 65,2 mil barris diários e 2,312 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural.

A agência informou também que a queima do gás caiu em cerca de 11,4% em relação a dezembro de 2009 e em 2% na comparação com novembro de 2010. Desse total, 79,23% foram queimados na fase de produção de petróleo e 20,77% na fase de exploração nos testes de longa duração (TLDs).

Os campos marítimos responderam por 91,4% da produção do petróleo e por 75,7% do gás natural produzidos no país.

Ainda de acordo com a nota da ANP, 92,53% da produção de petróleo e gás natural do Brasil são provenientes de campos operados pela Petrobras. Dos 20 maiores campos produtores de petróleo e gás natural, em barris de óleo equivalente, dois são operados por empresas estrangeiras: Frade (Chevron) e Ostra (Shell), na Bacia de Campos.

Agência Brasil

X