Produção de etanol anidro deve recuar 10,60% ante a safra anterior

A gasolina recebe 27% de mistura de etanol anidro (Foto: Unica/Divulgação)

A produção de etanol anidro pelas unidades da região Centro-Sul deve recuar 10,60% na safra 2018/19 ante a anterior.

Segundo projeções da comercializadora de produtos sucroenergéticos Biagência, a produção de anidro na 18/19 deve alcançar 9,20 milhões de metros cúbicos. O volume atesta redução de 10,60%, ou 1,10 milhão de metros cúbicos, ante a temporada 17/18.

Leia também:

Gestão da mudança para garantir a sustentabilidade das empresas é tema de palestra de Josias Messias na 200ª Reunião do Gerhai

Em apresentação durante evento da consultoria Canaplan em Ribeirão Preto, no mês de outubro, Tarcilo Rodrigues, diretor da Bioagência, destacou também a quebra na produção de etanol anidro por tonelada de cana.

Segundo ele, na 18/19 a média das unidades do Centro-Sul está em 16,6 litros de anidro por tonelada de cana, quebra de 4,30% sobre o resultado médio do ciclo 17/18.

Quanto de etanol anidro as unidades do Centro-Sul deverão produzir, segundo a Bioagência: 

 

Comparativo acumulado da produção de anidro em milhões de m3

 

Unica atesta menor produção de anidro

Em seu relatório referente ao desempenho da safra 18/19 até 01/11, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) confirma a menor produção de etanol anidro pelas unidades da região Centro-Sul.

No acumulado entre 1º de abril de 1º de novembro, a produção de anidro chegou a 8.402 bilhões de litros, queda de 13,75% ante os 9,741 bilhões de litros produzidos no mesmo período da safra 17/18.

X