Produção de cana-de-açúcar avança em Mato Grosso

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A produção sucroalcooleira mato-grossense expandiu 62,64% nos últimos 11 anos. A estimativa para a safra 2010/2011 é que o processamento da cana-de-açúcar alcance 14,1 milhões de toneladas. Na safra 2000/2001 o volume somou 8,669 milhões (t). A produção de etanol (anidro e hidratado), principal responsável por este aumento, saltou de 444,3 milhões de litros para 804,9 milhões (l) no período, incremento de 81%. O Estado também passou a produzir mais açúcar na última década, de 369,5 mil toneladas para 451,2 mil (t) na safra atual.

O diretor-executivo do Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindalcool), Jorge dos Santos, explica que é preciso considerar as oscilações na quantidade de produção, mas destaca que o aumento no consumo contribuiu para os dados positivos. Por outro lado, afirma que desde 2006 o setor manteve-se praticamente estagnado. “Outros estados aumentaram a produção, mercado este que era abastecido por Mato Grosso”.

O presidente da Usina Barralcool, em Barra do Bugres, João Nicolau Petroni, diz que a produção na unidade cresceu cerca de 800 mil toneladas nos últimos 8 anos, alcançando as atuais 2,7 milhões de toneladas. Porém, ele destaca que problemas provocados ora pelo excesso de chuva, ora pela escassez dela atingiram o setor nas últimas duas safras. “O açúcar foi o mais prejudicado cuja produção estimada sofre redução entre 13% a 15%”. Conforme ele, o próximo ano deve manter o mesmo índice de produção. “Não registramos mais aumento no consumo e a tendência é de estabilidade”.

Alcoolduto – A Petrobras e a empresa Camargo Corrêa iniciaram nesta terça-feira (23) a construção do Sistema Integrado de Transporte de Etanol. O primeiro trecho do Etanolduto vai ligar, em São Paulo, Ribeirão Preto a Paulínia. O projeto, que tem investimentos de R$ 5 bilhões, é pioneiro no país e depois de pronto vai atravessar 45 municípios, ligando as principais regiões produtores de etanol nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, à Refinaria de Paulínia (Replan), em São Paulo. De acordo com a Petrobras, o sistema integrado vai se estender, em uma segunda fase, por uma malha de dutos até Barueri e Guarulhos, na Grande São Paulo, e Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
X