Produção de Biodiesel

O arranjo produtivo do biodiesel no Piauí recebeu mais um incentivo com a assinatura, no início da tarde ontem, de convênio entre o Banco do Brasil (BB) e a empresa Brasil Biodiesel Comércio e Indústria de Óleos Vegetais Ltda. A parceria tem o objetivo de financiar o cultivo da mamona para a produção de biodiesel no Estado. A solenidade de assinatura do convênio ocorreu no Palácio de Karnak e foi presidida pelo governador Wellington Dias. Por meio desse convênio, o Banco do Brasil aplicará R$ 13,5 milhões em créditos rurais, num prazo de dois anos, financiando 5 mil agricultores familiares produtores de mamona. A parceria garantirá ao pequeno produtor contemplado a comercialização de sua colheita, com base no preço de R$ 0,64 por quilo de mamona produzida. Essa produção, portanto, será comprada pela Empresa Brasil Biodiesel. Segundo o governador, o convênio financiará a produção de 15 mil toneladas da oleaginosa. Participaram da solenidade o gerente de Agronegócios do Banco do Brasil, Rogério Pio, o superintendente do BB no Piauí, Adilson do Nascimento Anísio, entre outros.

X